Beto Carrero com Bebês

 

beto carrero com bebê

Se você já estava acompanhando a série de posts sobre nossa visita à Santa Catarina já sabe que estivemos no Beto Carrero World dois anos antes dessa última visita. Na época éramos 4 e o Theo já não era um bebê, não prestei atenção na estrutura para receber os bebês.

Bom, nessa hora você deve estar se perguntando: Mas é possível um programa desse com bebê e crianças pequenas?

Sim!! Além de estrutura para receber todas as idades o complexo conta com atrações para diversas idades. Todo  mundo se diverte.

Já imaginava que seria tudo bem tranquilo com relação à fraldários e alimentação pois a infraestrutura como um todo é maravilhosa como me lembrava desde a nossa última visita.

Em todos os banheiros encontramos fraldários limpinhos e o Baby Care central é simplesmente ótimo! Além da copa com microondas e cadeirões, há o espaço para amamentação e a parte com os trocadores separada. Lá na frente há um espaço com pufs e brinquedos, além de uma TV, tudo para os pequenos relaxarem livremente depois de muito trajeto entre carrinho e colo, colo carinho. Testamos com a Mel, soltamos e a bichinha se jogou nessa sala aproveitou bastante enquanto eu descongelava sua papinha.

beto carrero com bebê

Como a área é enorme, já contei nesse post AQUI, optamos por visitar em dois dias, assim os shows e a área Triplikland, onde estão a maioria dos brinquedos destinados aos menores como Carrossel, Baby Elefante ( a Mel amou e o Theo também adora!), Pedalinho, Roda Gigante, Xícaras Malucas, Carrinho bate-bate entre outros.

dicas para viajar de avião com bebês

Como os interesses das crianças são bem diferentes, ou seja, Babi já curte os brinquedos mais radicais e Theo embora adore ainda não idade para muitos deles, acabamos decidindo nos concentrar nas atividades dos menores e assim a Babi ficou livre para aproveitar as montanhas-russas  e o Portal da Escuridão – atração essa, paga separadamente – que ela tanto adora com o Bruno.

Outra atividade “extra” que Babi adorou foi o passeio de helicóptero e o passeio de Mustang que ela fez junto com o Theo antes de entrarmos, essas atividades estão disponíveis do lado de fora do complexo e foram inesquecíveis para eles – e para nós que observamos tudo.

Além da área Triplikland outras duas áreas são perfeitas para os pequenos são o Mundo Animal e a ilha Pirata, passamos muito do nosso tempo por essas três áreas. No mundo animal muitos animais podem ser observados como em um zoo, e Theo adorou ver de pertinho algumas espécies como o leão branco. Ah, muitos dos bichos que estão lá foram resgatados ou transferidos para lá por não vivem em boas condições em seus antigos lares e lá vemos que são muito bem cuidados.

A Ilha do Pirata é uma das partes que mais adoro! Vale a pena desbravar as cavernas e assistir aos show musical dos Pitaras na beira do lago, muito legal!

Assistimos aos show “Velozes e Furiosos”,” Madagascar” e “Blum” e gente, as crianças se divertem muito. Mel dormiu em alguns deles mas no show do Madagascar ela interagiu com muitos gritinhos, mostrei  pelo nosso perfil do Instagram.

Os pequenos adoram ver os cavalos e o passeio de trem, onde há um encenação superanimada do velho oeste, que claro termina com o trem todo sendo salvo pelo Beto Carrero.

Aliás, a área do Velho Oeste é uma gracinha e permite várias atividades, você pode por exemplo fotografar a família toda vestida com roupas típicas e de época e levar essa recordação para casa.

Theo curtiu muito novamente o Crazy River, a montanha russa do Tigor mas para idade o mais encantador é o encontro com os personagens! Ela amou tirar fotos com o Shrek e o Gato de botas e o encontro com a turma do Madagascar foi inesquecível, além do encontro esperado com PO Kung-fu Panda.

beto carrero com bebê dsc00484

 

Já estivemos visitando alguns parques pelo mundo e na minha opinião o complexo está no mesmo nível dos parques internacionais, com a mesma qualidade de serviços e manutenção e com atividades para a família toda, é um passeio para qualquer idade.

Indico pelo menos dois dias para curtir todas as atividades e shows, fizemos novamente dessa maneira e funcionou muito bem. Não perca o show do cowboy no final do dia! É imperdível, Amelie já havia jantado e cochilava no carrinho, nós adoramos assistir novamente o espetáculo.

Para conhecer mais e também para adquirir seu passaporte: BETO CARRERO

Para acompanhar as experiências da Renata, Kiki e Lo pelo complexo: For Mães e Bagagem de Mãe.

E tenha em mente, embarcar rumo ao Beto Carrero World é uma aventura que deixa lembranças incríveis, você vai se surpreender!

Lá no Canal Petit Ninos, no youtube, tem o vídeo dos melhores momentos da nossa viagem! Se inscreva para acompanhar essa e outras viagens que faremos e curta o vídeo, foi feito com muito carinho para mostrar um pouquinho do que vivemos por lá.

 

um beijo,

favicon blog petit ninos

 

 

 

 

Orlando com Crianças : Casa ou Hotel?

 

 

orlando com crianças

 

Ahhh… a terra da magia fica ainda mais mágica quando vista pelos olhos dos pequenos, como é bom ver todo o encantamento deles, vale cada minuto. Estivemos lá para comemorar o Aniversário de 6 anos do Theo.
E se engana muito quem acredita que é preciso esperar uma certa idade para levá-los para que aproveitem e todo esse bla bla bla que escuto por aí de que viajar com crianças é complicado e ninguém aproveita.
Não acredito nisso, sempre viajamos muito com as crianças desde pequenos e com jeitinho, planejamento e um pouco de bom senso – ok, às vezes isso nos falta – tudo funciona super bem, pode acreditar!
Imagina se eu fosse sempre esperar a idade ideal para viajar como seria? tenho uma escada de filhos, nunca seria a hora certa, quando está mais fácil viajar com um a faixa etária do outro é mais complicada, quer dizer … sempre é preciso se adaptar, mas tudo pode ser maravilhoso.
Ainda mais falando na terra do Mickey, tudo feito para eles, tem diversão para todas as idades em cada canto de Orlando, são muitas opções e é só pensar em roteiro legal com pausas para não estressar demais as crianças. Bom, mas esse assunto merece um post exclusivo, né?
Agora vou falar da nossa opção por nos hospedar em uma casa alugada e não em um hotel.
Quando estávamos lá, postei fotos da  casa que alugamos e recebi váaaarias perguntas, pelo snapchat ( segue lá blogpetitninos ) e algumas eu ia respondendo mas como muitas eram repetidas resolvi compilar tudo nesse post.

casa aluda orlando

Basicamente todo mundo queria saber se o valor de locar uma casa de temporada vale a pena.
Existem algumas empresas que fazem isso por lá e cotamos algumas, nós alugamos pela Temporada em Orlando que tinha o melhor preço e a localização que queríamos ( ao lado de um walmart 24hs, em Kissimmee). No geral, a locação vale muita mais a pena em termos financeiros para famílias maiores. Na verdade para menores também pois há casas de diversas configurações ou apartamentos, nós optamos por uma menor, pois éramos dois casais e 3 crianças.
Ficamos em uma casa com 4 quartos sendo 1 suíte, dois andares e piscina mas nesse condomínio mesmo havíamos visto outras opções de casas maiores.
Cotamos hotéis também, dentro do complexo Disney e fora e definitivamente no quesito PREÇO, alugar casa é muito mais vantajoso!

casa em orlando

casa em orlando

O motivo decisivo para nós não foi nem o preço mas sim poder ter uma cozinha completa à nossa disposição.
Viajamos com a Mel em início de introdução alimentar por isso eu precisava de uma estrutura para preparar as refeições dela. Quem me conhece sabe que não tenho nenhum problema em oferecer industrializados em casos de viagem, até prefiro por medo de haver problemas de refrigeração e evitar intoxicações alimentares mas, havia apenas duas semanas que tínhamos iniciado as comidinhas dela, achei muito puxado já oferecer papinhas prontas, queria eu mesma preparar e deu super certo! Chegamos fui ao mercado 24hs que havia ao lado do condomínio ( BELLA VIDA RESORT) , comprei todos os itens das sopinhas e já preparei no primeiro dia algumas porções. Ah, lá no Walmart mesmo comprei um pote térmico para transportar as papinhas e itens como colheres, lenços umedecidos e até fraldas pois não levei muitas, deixei para comprar tudo lá.

Sem dúvida viajar com pouco coisa faz toda a diferença!!

A ideia era comprarmos tudo para café da manhã e fazermos as refeições fora de casa já que nosso tempo era curto e tínhamos vários parques e outlets pela frente – pausa para as borboletas nos estômago! amo! – mas no fim das contas acabamos comprando algumas refeições congeladas e no final do dia, cansados e todos desarrumados depois de um dia todo de parque acabamos optando por jantar em casa, com toda privacidade. Assim a Mel já tomava o banho dela, ficava solta da sala ( nessa casa que ficamos havia bercinho de montar, carrinho e até um bouncer para carro) e nós podíamos nos revezar entre banho e comer, foi bem prático e acima de tudo econômico poder ter a opção de jantar em casa, tranquilamente com as crianças descansadas. Vez ou outra, claro, fomos aos restaurantes que adoramos por lá…isso vou contar em um post só sobre dicas de onde comer e comprar por lá.
Outra coisa que é VIDA em se hospedar em casa de aluguel é o fato de termos uma lavadora e secadora de roupas à disposição! E vamos combinar que americano é bichinho esperto demais, adoro a disposição das lavanderias, sempre no hall entre os quarto. Quem foi que inventou que lavanderia precisa ficar perto da cozinha minha agente! Tão mais prático já pegar as roupas, dobrar ou pendurar no closet dos quarto! Bom, pudemos viajar leve, ou seja, levei bem pouca coisa pois sabia que poderia lavar e também que daria pra usar por lá o que comprássemos pois seria possível deixar tudo limpinho e seco. Para a Mel que é um bebê e suja muita – maaass muita – roupa foi uma tranquilidade! Chegávamos em casa depois de um dia todo de andanças, já recolhíamos as nossas roupas e ia tudo pra máquina, antes de dormir tudo já estava em seu lugar.

Dá só uma olhada, gravei esse vídeo para vocês terem uma ideia das proporções da casa. Gostei muito, tudo novinho, não precisamos esperar ninguém para pegar chave, tínhamos uma senha e a portaria desse condomínio funciona 24hs:

 

No mais, a maioria dos “condos’ de Orlando oferecem área de lazer como os hotéis, então há muitas atividades possíveis para entreter as crianças, internet disponível de ótima qualidade, ao menos nesse condomínio que ficamos, trabalhei todas as noites e foi maravilhoso, que dó na nossa internet aqui no Brasil…sempre que viajo tenho pena de mim, como é ruim nosso serviço, né? Outra coisa é que as casas possuem garagem ou na própria casa ou em bolsões ao lado delas, estávamos com dois carros e foi ótimo . Sobre o aluguel de carros, preferimos dois pois assim o vovô e a vovó teriam a opção de voltar antes dos parques, eles alugaram um modelo sedan e nós um modelo 7 lugares, da Chrysler chamado Town & Country, e acabamos andando todos juntos.

 

IMG_7308

Na hora da locação fique atento aos seguros aos quais seu cartão de crédito pode te dar direito. Na Alamo acabaram empurrando um seguro para meu pai mas ele já possuía cobertura e não sabia, então, foi dinheiro jogado fora, uma brincadeira que custou uns 150 dólares totalmente desnecessário. Levamos nosso GPS, mas  meu pai  preferiu alugar um que também era wi-fi, saiu 20 dólares por dia, caro porém usamos muuuito a internet além do que meu GSP resolveu ficar maluco e dava voltas em círculos. Vai entender??

A última grande vantagem de se alugar uma casa, na minha opinião, é que você pode desfrutar de momentos em família como um churrasco em volta da piscina, por exemplo, e não se preocupe pois mesmo incluindo a limpeza ( você pode optar por ter ou não o serviço de uma diarista) as diárias ainda assim serão mais vantajosas do que a de um hotel.

 

DSC00200

IMG_7433

Fiquei fã do aluguel de casa por temporada e já temos planos de voltar logo fazendo esse mesmo esquema.Escrevi esse texto com base nas perguntas que me enviaram durante nossa viagem mas se você tiver qualquer outra dúvida ou quiser saber mais sobre o que falei aqui, me escreva, será um prazer te ajudar!
[email protected]
Viaje com seus filhos, não tenha medo nem restrições de idade, mostrar o mundo a eles é sempre uma diversão! Nesse post aqui, mostrei 5 dicas infalíveis para se voar com bebês.

Resumo dos serviços e indicações:

Ficamos em Kissimmee

Visitamos os parques : Busch Gardens,Sea World, Magic Kingdom , Universal Studios, Islands of Adventure

Nossa estada durou 8 dias.

Voamos (  escala Miami ) pela American Airlines

Alugamos exatamente essa casa pelo site Temporada em Orlando

Alugamos carro de 7 lugares na Alamo

um beijo,

FACEBOOK  II  PINTEREST  II  INSTAGRAM

 

favicon blog petit ninos

 

Voando com bebês – 5 dicas infalíveis!

viajando com bebês

Voo São Paulo/ Miami American Airlines

 

Parece difícil a ideia de encarar horas e horas voando com um bebê?
Te garanto que não é não!
Vejo muita gente tocando o terror e muitas outras deixando de aproveitar bons momentos em família só por julgarem difícil sair de casa com um bebê.
Se é seu caso, queria te contar que por algum motivo maravilhoso, a maioria dos bebês se comporta melhor fora de casa, durante viagens do que em casa. Temos mais tempo livre e estamos mais relaxados, os bebês parecem absorver essa vibe. Com os três aqui foi assim, muito mais tranquilo administrar os dias em viagens do que na rotina do dia a dia e todas as suas tarefas exaustivas.

viagem de avião com bebê

aeroporto de Miami. Tem piso mais lindo nesse mundo? sou apaixonada por esse chão!

Agora, escolheu um destino mais longe e vai voar? Vai sem medo Vou te dar algumas dicas e espero que possa te ajudar!

1 – Assento para o bebê, pode?
Estivemos agora em Orlando e muita gente me perguntou ( inclusive quando estávamos embarcando em Guarulhos ) como conseguimos embarcar com o bebê conforto e levar o carrinho da Mel, que não é do tipo “umbrella”, sem despachar. Bom, sobre o bebê conforto levei pois alugamos carro e preferimos assim. Compramos uma poltrona pra ela ( bebês até 2 anos podem voar no colo, mas sinceramente, para viagens longas, acho complicado) e nesses casos você deve consultar a cia aérea pois eles permitem , na maioria das vezes, o bebê conforto certificado . A cadeirinha precisa ficar ou na janela, ou no assento do meio no caso das fileiras do meio ( nosso caso) para não obstruir a passagem no caso de emergência. Há também a possibilidade de pagar um pouco mais e comprar as poltronas que têm direito ao bercinho, mas no nosso caso sairia mais caro do que pagar uma passagem pra ela e estava indisponível já , de qualquer maneira. Voamos pela AA .

2- Melhor hora para viajar, isso existe?
Pense comigo, um ambiente escurinho, com aquele barulhinho reconfortante das turbinas não te parece um cenário ideal para horas de sono relaxante? Bom, acho que os bebês pensam assim! Sempre preferimos voos noturnos quando estamos com bebês foram as experiências mais tranquilas que tivemos. Não tem aquele anda , senta e levanta que os voos diurnos costumam ter, não precisamos nos equipar com um super arsenal para distração das kids, apenas alguns itens que eles adoram. Prefira sempre voar no período que você acredita que o bebê ficará mais tranquilo e se lembre que eles captam nossas energias. Pais tranquilos, bebês tranquilos.

3- O carrinho, qual modelo levar?
Sempre acho que levar o carrinho mais compacto que tiver é a melhor opção, mas nessa última viagem preferi levar um modelo um pouco maior pois sabia que a Mel passaria muito tempo nele. Como levamos o bebê conforto ( da Kiddo – modelo caracol )que encaixa nesse modelo ( tenho o Kiddo Compass II ) despachei o cesto ( na dúvida leve um saco de casa para embalar a AA não nos forneceu, mas já viajamos com outras que sim) e levamos a estrutura conosco. Foi ótimo pois como o carrinho é grande e estamos acostumados com ele conseguimos carregar outras coisas como bolsas etc. Aliás, esse assunto “bolsa do bebê” vai ganhar um post exclusivo, vou contar tudo  que levei – e realmente usei – nessa viagem. Durante a conexão ter o carrinho à mão foi fundamental. Também levei um canguru e em alguns momentos o usei, mas  me viraria super bem só com o carinho.

4- Hora do papa a bordo, fome do quê?
Se seu bebê só mama no peito saiba que esta é a fase mais simples de se viajar! Mamou, dormiu e acabou! Caso o bebê precise de fórmula saiba que as leis internacionais não permitem que se embarque com líquidos maaaasss eu consegui embarcar mais de uma vez com a mamadeira de água das crianças, tanto na Europa quanto nos EUA, então, acho que não será um problema para você também. Para evitar problemas você também pode levar só o leite em pó ( sim, você poderá levar a lata toda, não há problemas) e usar a água do serviço de bordo. O bebê já está comendo? Em geral companhias aéreas possuem a opção de alimentação especial para bebês. Verifique com antecedência essa possibilidade com a empresa e faça a reserva, as opções variam de companhia para companhia e podem ter papinhas industrializadas, frutas e biscoitos, muda muito. No caso do seu filho não consumir alguma das opções, verifique as orientações de voo para levar a sua própria comida para esquentar no avião, já vi mães fazendo isso.

5- O medo do bebê chorar não sai da minha cabeça, como lidar?
Quem não tem medo de um “piti” que atire a primeira pedra. As horas de voos são difíceis para nós adultos, pobre mortais da classe econômica ( momento desabafo! kkk)  não é de estranhar alguns bebês sintam as mudanças na rotina e o novo ambiente, sem falar na oscilação de pressão. Para essa última questão saiba que amamentar ajuda a  tirar a pressão dos ouvidos (principalmente durante a decolagem e o pouso). Para as demais questões leve os brinquedos que ele mais gosta para entretê-lo, não tenha vergonha de caminhar pelos corredores para ele se distrair. Deixo-o confortável, quentinho se estiver frio e fresquinho no caso ( raro) de calor. Bebês são bebês e tem horas que não há nada que se possa fazer além de esperar que ele se acalme. Ignore os olhares ( que possam existir) de reprovação e entoe o mantra” hoje é comigo, amanhã pode ser com você”  e relaxe! Toda mãe sente a mesma coisa que você.

Acompanhem por aqui os próximos posts sobre Disney e nossos dias em Orlando, o Aniversário surpresa do Theo. Vou contar todas as nossas experiências e algumas dicas para facilitar a sua viagem!

um beijo,

 

FACEBOOK  II  PINTEREST  II  INSTAGRAM

favicon blog petit ninos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...