5 Comments

  • Eu tive o Bruno por cesarea. Foi um parto tranquilo e uma recuperação ótima mas não quero encarar uma outra cirurgia.
    A minha médica já avisou que para estar presente no parto cobra a parte. Então já está decidido que será com um plantonista mesmo e estou bem com essa decisão.
    Espero conseguir um parto normal, o mais humanizado possível do que pode ser em um hospital. Tenho lido bastante a respeito mas não estou encanando muito não. Só um pouco rsrsrs
    Muitas pessoas me indicaram ir para o SUS mas não tenho essa pegada…
    Parto domiciliar nem pensar.
    Acabei escolhendo o Hospital Samaritano. Maternidade pequena, acolhedora, já passei por 3 plantonistas, gostei de todos. E é um lugar com ótimas referencias em qualidade. Veremos como será quando eu estiver em trabalho de parto…
    Bjo

    • petitninos disse:

      e temos todo direito de querer novas experiências, não é? Eu não tenho boas recordações dos meus pós partos, sofri com muitas dores, foi difícil.Espero que consiga o que está buscando!!
      Também tenho pensado na questão do plantonista, isso não me assusta, não viu? faria com um desconhecido sem nenhum problema! meu único medo é minhas duas cesáreas prévias serem um problema para o plantonista e eu acabar em uma terceira cesárea….todos me dizem que isso é o que provavelmente acontecerá. :/

  • Raquel disse:

    Tive três cesarianas…. Até me informar melhor sobre o parto humanizado, nem cogitava a hipótese….optei pelo mesmo médico que me acompanhou e fez o parto dos meus outros dois filhos. Confesso que até gostaria de ter feito parto humanizado, mas a segurança que

    • petitninos disse:

      Oi Raquel, eu já havia conhecido um pouco sobre os partos humanizados mesmo antes de imaginar que teria mais uma gestação pela frente. Confesso que quanto mais descobria mais raiva sentia de não ter tentado…de ter ficado “vendida” a um médico cesarista ( que sim, marcou o parto do Theo por conta propria pois viajaria no dia seguinte para um congresso). Enfim…como essa decisão é complicada, eu não tenho o apoio geral mas sei que o que eu decidir está decidido, agora é uma questão de corageeeem!! rsrrsrs beijos

  • Amanda disse:

    Nossa, como alguém pôde escrever exatamente o que penso e sinto? rs. Que coincidência cair nesse blog.
    Estou na minha primeira gestação e lendo muito sobre parto humanizado. Tento dar uma relaxada pq, as vezes, acho que estou muito mergulhada nesse assunto.
    Ao falar com a família e marido sobre a opção de parto humanizado, recebi olhares, silêncio, palavras como…” você vai ficar sentido dor?” ” forçar um parto normal é a mesma coisa que forçar uma cesárea – oi?”, “pense bem”. Ainda não recebi um “nossa, que legal, você vai deixar o seu corpo fluir”….
    Na risada, comentei com o meu marido que estava me sentindo uma E. T., mas tudo bem.

    E olha que outra coincidência (bom apenas uma palavra, pq não acredito nisso…acredito no agir de Deus…), escrevendo agora isso acaba de passar uma chamada no jornal sobre como incentivar o parto normal no Brasil.

    Não sou contra a cesárea. Essa cirurgia já salvou e salva milhares de vidas ao longo de muitos anos. Se precisar não vou me negar a fazer. Mas o que busco é o tempo do meu bebe de nascer, um tratamento humanizado pra mim – respeitando o meu tempo para parir – e um tratamento digno para o meu bebe. Espero conseguir.

    Você decidiu por parto natural?

    Que Deus nos abençoe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *