hidratação em casa

receita hidratação caseira

 

Sabe, já tem tempo que eu mesma faço vários “rituais” de beleza em casa. De unhas a cabelos e agora faço até minha própria depilação.

Mas Marina, precisa disso??

Deixa eu explicar…

Quando Babi nasceu eu trabalhava insanamente enquanto terminava a minha faculdade e não tinha horários durante a semana para ir ao salão cuidar um pouco de mim. Como eu precisava estar sempre alinhada, fazia parte do trabalho ( e porque também adoro) sempre agendava horários aos sábados e passava boa parte desse meu dia livre, enfiada em um salão.

Cansei. Queria mesmo era passar essas horas com a Babi, já a via tão pouco durante a semana! Foi assim que comecei a aprender a me virar. Comecei fazendo eu mesma minhas unhas, e fui ficando tão boa em “cuidar de mim” que hoje afirmo: ninguém faz a minha unha melhor do que eu!

Daí para começar a fazer outras coisas por mim mesma, foi um pulo.

O tempo foi passando e essas coisas que a gente aprende e gosta, é difícil de desapegar. Ainda bem!

Depois que tive a Mel , ainda estou num processo de “casulo”, somos só nós, não me sinto confortável para deixá-la quando não há necessidade, então, ainda bem que sei me virar!

Hoje faço muitos dos tratamentos de beleza em casa, máscaras de rosto e cabelo, corto meu cabelo ( só fica bom quando EU faço! E não preciso emburrar com ninguém quando algo dá errado) e recentemente aprendi a fazer minha própria depilação.

receita hidratação caseira

Ainda vou ao salão quando preciso fazer alguma coisa química, como tintura, por exemplo. Tenho muitos fios brancos e detesto, a arte da tintura não pretendo aprender pois as duas vezes que tentei em casa, “deu ruim”.

Enfim, esse texto todo para dizer que adoro a sensação de me virar, de ser auto-suficiente e claro, assim poupo uma graninha, além do fato de que aprendi a explorar produtos mais naturais e isso vai muito de encontro às nossas novas ideias, nossa filosofia de vida: existir sendo sustentável.

Confesso que faço as contas de quanto eu acabo economizando nessa brincadeira e quando estou de olho em algo mais caro acabo me presenteando com a desculpa: Ah, eu sou super econômica, mereço! kkkk

Estou trabalhando meu lado consumista para que ande lado a lado com nossa preocupação em ser sustentáveis.

Bom, isso é assunto para um outro post não é mesmo?

Hoje quero mostrar para vocês esse vídeo que fiz compartilhando as 3 máscaras de hidratação capilar caseiras que já faço há anos. Faço uma vez por semana e ainda , uma vez por mês, faço a hidratação somente com óleo de côco.

A grande vantagem de fazer as hidratações caseiras, além do fato de serem super baratas, é que a gente pode encaixar na rotina, fazer em qualquer horário. Quantas e quantas vezes fui buscar as kids na escola com uma dessas máscaras na cabeça! kkkkk

Por isso, por valorizar muito o meu tempo com eles, por acreditar em quantidade de qualidade ( e não acreditar no papo de que pouco tempo de qualidade basta) que venho sempre buscando minhas próprias soluções, tudo para estar sempre ao lado deles, por eles.

Bom, vamos ao vídeo! Três receitas caseiras de hidratação com coisas simples, fáceis de achar e que são super eficientes.Basta deixar nos cabelos por algumas horas e depois enxaguar bem. Rápido, fácil e barato! Então vocês irão ver as máscaras : Babosa ( famosa Aloe Vera) , Manga e Cenoura.

 

Gostaram? Querem ver mais vídeos sobre esse assunto? Me contem, deixem dicas de temas, estou super empolgada!

Se inscreva no Canal se ainda não for inscrito para acompanhar os próximos vídeos, ok?

favicon blog petit ninos

 

 

 

 

 

wrap sling …

amarração de wrap sling

 

Nossa estreia pelo mundo do sling e suas maravilhosas amarrações não foi lá das melhores. Mel não “amou”.

Como tudo nessa vida de maternar, persistir é preciso! Eu preciso das mãos livres em vários momentos e acreditei que para isso o ideal era mesmo o sling.

Insisti e fui em busca de outras amarrações, muito google na jogada.

E não é que deu certo??

Existem vários modelos de sling no mercado, muitas cores e tecidos diferentes. Tem tecido mais quentinho para o inverno e mais frescos para os dias de calor. Tem até sling para piscina!

Assim como a variedade de modelos são muitas também as amarrações, por isso se você também está encontrando dificuldades ou se o bebê não se mostra muito animado, procure outras amarrações para ser feliz!

Pelo caminho encontrei os modelos de sling ideais para nós. Tenho um de Dry fit, fresquinho fresquinho e uma de algodão, macio macio.

Agora posso estufar o peito e dizer que somos adeptas de “slingar” por aí e, por isso, fiz um passo-a-passo de duas das nossas amarrações preferidas, as que mais usamos :

 

Meus sling são:

Esse vídeo é parte DESSE POST que fiz para Disney Babble Brasil. Já me acompanha por lá??

E que tal seguir nossos canais lá no YOUTUBE?? DISNEY BABBLE BRASIL e BLOG PETIT NINOS.

 

Nos vemos por lá!

favicon blog petit ninos

Babi faz 15…

92

 

Achei que esse dia fosse demorar tanto para chegar quando me pegava pensando em como seria a vida daquele bebê que me pegou de surpresa na vida.

Chegou hoje.

Os 15 anos para mim são emblemáticos, é a porta de entrada para a melhor fase da vida. Eu curti muito minha adolescência, achava tudo bom demais, muitas novidades. É como florescer para a vida. Claro, tem muito dilema envolvido, mas acho que essas coisas, não tão incríveis, a gente deve esquecer. Fiquemos com o que interessa carregar, né?

Eu amei essa fase! Encontrei meu amor para a vida toda, fiz mil planos, sonhava muito como boa sagitariana que sou, uma viagem na maionese atrás da outra, o mundo era todo meu, tudo era possível.

Quero que minha filha viva as mesmas emoções dessa fase, acontece que : pqp como é difícil estar do outro lado! Ser responsável por alguém e confiar em tudo que ensinamos e ao poucos ir dando corda, pra ela ir…em segurança.

Só tenho como confiar no que já ensinei, no que plantei na menina moça que ela se tornou, nada mais posso fazer. E ir, aos poucos, deixando que ela ganhe o mundo, com seus próprios passos.

Eu acho a adolescência linda do ponto de vista de quem está florescendo, mas que para os “donos” do vasinho que floresce, ahhhh, não tem nada de fácil! É sim, difícil.

Mas como a vida só anda pra frente minhas queridas, é foco no futuro! Eles crescem, nossos bebês de uma hora para outra deixam de ser bebês. A maternidade que me foi apresentada bem cedo, não tinha muitas expectativas, quem não faz planos, sabe do que digo. A gente não idealiza muita coisa, não romantiza. Até pensa no futuro, mas sem grandes cobranças.

Meu futuro chegou e daqui para os 18, eu já sei, será um pulo!! A medida que a idade deles vai avançando a gente vai entendo como é importante MESMO viver cada dia como se fosse único, com alegria, pois tudo passa muito rápido.

Ah, maternidade, essa coisa linda!

 

beijos

favicon blog petit ninos

Não vivo mais sem…

coisas que a maternidade nos ensina

imagem: shutterstock.com

 

A maternidade vem para nos ensinar muitas coisas. Tem muitas lições de amor, muitos cuidados e muita entrega. A gente tem que aprender a ser “multi”. Essa, aliás, é uma das imposições que a condição materna nos faz. Fiquei surpresa com a quantidade de coisas que consigo fazer ao mesmo tempo. Definitivamente, a gente precisa ser mais de uma para não deixar a peteca cair.

O que acontece é que aprendemos coisas, vivemos emoções ainda desconhecidas e passamos a usar habilidade de novas maneiras.

Agregamos muitas coisas à vida depois da chegada de um bebê, uma novidade ali e outra aqui, pronto, a nova vida vai surgindo e o seu “eu” de antigamente passa a se adaptar a essa realidade, pouco a pouco descobrindo maneiras de sobreviver a tantas emoções.

E bota emoção nisso! A maternidade já me fez levar cada susto e fazer cada coisa engraçada. Analisando de fora penso que, para muitas amigas sem filhos, alguns dos meus comportamentos devem ser no mínimo estranhos, para não dizer bizarros.

A gente passa a analisar as superfícies dos lugares, procurado algum degrau potencialmente perigoso, a limpeza desses lugares, olha em volta buscando os tais “pelo em ovo”… Mãe não desliga nunca.

Eu confesso que adquiri algumas habilidades engraçadas. Nunca na vida achei que meu nariz fosse ser o grande aliado do dia a dia de mãe. O olfato de mãe é um item de série indispensável, superútil. Quer ver?

Com ele você detecta de fraldas sujas a feijão queimando na panela – que, aliás, você provavelmente esqueceu enquanto trocava a fralda. Um minuto e o seu nariz te apresenta dois fatos acontecendo a sua volta de uma só vez.

(Ah, com ele você vê que cheiros são tradução de amor – até os não tão bons!. Cheiro de cangote e chulézinho de bebê…viciam!)

A gente aprende a sentir o cheiro de alimentos que já não estão bons… Fato é que o nariz de mãe é treinado pra evitar problemas: uma questão de proteção e uma habilidade que poucos pais têm.

Útil pra vida toda, pois, mais pra frente, depois que o bebê crescer, você ainda continuará treinando, buscando por meias sujas e pratos de comida no quarto – ou ainda quando sua filha “assaltar” seus perfumes antes de sair com os amigos.

É, minha amiga, olfato é um grande poder materno! Esse é meu grande aliado na maternidade!!

Falando nisso, a Pom Pom fez um vídeo muito legal – e engraçado, pq temos que aprender a rir de nós mesmas – com a Mia Mello, confere aí. Você sabia que os seus pés também podem ser grandes aliados no dia a dia?? Dessa eu já sabia!

Muito a nossa vida, né?

E você? Me conta qual é o seu maior aliado!!!

 

favicon blog petit ninos

publicidade 2

O friozinho vem chegando e com ele…

 

tratamento gripe e resfriado infantil

imagem: shutterstock.com

Ahhh, com ele vem as inevitáveis doenças de inverno. A gama é imensa: vai de alergias a gripes e resfriados, tudo favorecido pelas temperaturas mais baixas e ambientes fechados.

É como diz aquele ditado: antes de ser mãe, o inverno são só delícias: momentos quentinhos, lareira, vinho… Depois dos filhos, se resume a idas ao pediatra e noites em claro!

E a situação pode ser ainda pior quando temos mais de um filho, pois ficamos em um ciclo vicioso gripal. Um pega e, quando está melhorando, passa para o outro, e depois para ou outro até chegar na gente! Cena de terror para mães: quando a casa toda fica gripada.

Para completar, a cada nova temporada aparece um vírus novo pra coleção. Logo, as possibilidades de sermos sorteados com mais de um ciclo de gripe, principalmente durante o outono/inverno, aumentam a cada ano.

Para evitar que as gripes ataquem a todo momento, há alguns cuidados básicos que podemos tomar:

Continue lendo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...