Carinho e cuidado de anos!

Nem eu acredito, mas já faz dezesseis anos! Durante todo esse tempo, vivo intensamente a grande entrega da maternidade.
Comecei cuidando de uma vida. Depois de outra. Depois de outra! Agora sou essa Marina, que cuida de três vidas além da minha. E quantas escolhas tive que fazer! Quando a gente tem um filho, somos responsáveis por tudo que nossos bebês vivem e tudo que os cerca.
Tanta coisa mudou desde que a Babi chegou!
Acho que quase tudo mudou pra melhor – inclusive eu. Evoluções são sempre bem-vindas e, na prática, pude observar muita coisa se transformar.
Aqui em casa, por exemplo, só me livrei da insegurança de dar banho no bebê de chuveiro depois que a Mel, minha TERCEIRA bebê, chegou. Demorou, mas isso é evolução, pessoal! Na marra, tive que me adequar à nova realidade da família, com o tempo menor e mais obrigações. Mudei e acabei trazendo mais praticidade para minha vida e para a dos meus filhos, que nasceram com grande intervalo.

E foi isso que também aconteceu com a linha de cuidados para bebês da Davene!
Há de 17 anos, praticamente o mesmo tempo que tenho como mãe, a marca lançou a linha BEBÊ VIDA. E, assim como a minha maternidade evoluiu, os produtos Bebê Vida também mudaram. As embalagens ganharam novo visual, hoje são mais ergonômicas, coloridas, acompanhando as nossas evoluções. Há linhas completas em diferentes tipos de talcos, cremes, colônias, sabonetes, xampus e condicionadores especiais.
O que não mudou é a qualidade e confiança que uma marca de tanto tempo no mercado tem. Eu me lembro com muito carinho de Davene, que tinha um sabonete do Snoopy que era o meu sonho de consumo!

Os produtos, claro, são todos dermatologicamente testados e os shampoos, condicionadores e sabonetes líquidos também são testados oftalmologicamente garantindo totalmente, como um abraço de mãe, a segurança dos nossos pequenos.
A fórmula contém extrato natural de Aveia, suave e com muitas vitaminas, além de ter  cheirinho super delicinha. É muito seguro para as minhas crianças alérgicas, pois não contêm corantes nas fórmulas e não são testados em animais. Eu amei isso!
O charme final fica por conta das embalagens “mãe e filho”: as de 200ml encaixam perfeitamente nas de 100ml! Olha que lindeza:

E uma opção muito legal para presentear amigas em chá de bebê ou mesmos bebês recém-nascidos é a lata, que vem com uma seleção super útil de produtos:

 

Legal, né??
Apaixonada por essa mistura de tradição e inovação!
Para conhecer a linha completa, acesse davene.com.br .

blogpetitninos

 

 

wrap sling …

amarração de wrap sling

 

Nossa estreia pelo mundo do sling e suas maravilhosas amarrações não foi lá das melhores. Mel não “amou”.

Como tudo nessa vida de maternar, persistir é preciso! Eu preciso das mãos livres em vários momentos e acreditei que para isso o ideal era mesmo o sling.

Insisti e fui em busca de outras amarrações, muito google na jogada.

E não é que deu certo??

Existem vários modelos de sling no mercado, muitas cores e tecidos diferentes. Tem tecido mais quentinho para o inverno e mais frescos para os dias de calor. Tem até sling para piscina!

Assim como a variedade de modelos são muitas também as amarrações, por isso se você também está encontrando dificuldades ou se o bebê não se mostra muito animado, procure outras amarrações para ser feliz!

Pelo caminho encontrei os modelos de sling ideais para nós. Tenho um de Dry fit, fresquinho fresquinho e uma de algodão, macio macio.

Agora posso estufar o peito e dizer que somos adeptas de “slingar” por aí e, por isso, fiz um passo-a-passo de duas das nossas amarrações preferidas, as que mais usamos :

 

Meus sling são:

Esse vídeo é parte DESSE POST que fiz para Disney Babble Brasil. Já me acompanha por lá??

E que tal seguir nossos canais lá no YOUTUBE?? DISNEY BABBLE BRASIL e BLOG PETIT NINOS.

 

Nos vemos por lá!

favicon blog petit ninos

É hora de lavar o enxoval!

dicas para lavar as roupas do bebê

 

Quando chegam aqueles dois risquinhos tão sonhados que indicam que nossa vida está prestes a mudar, muitas coisas passam pela nossa cabeça.
A gente sonha com o futuro, com o rostinho do bebê, o quarto, a decoração, o enxoval… E, se você for mãe de “algumas viagens”, talvez pense também em coisas práticas, como, por exemplo, lavar todo o enxoval!
Sim! Tudo que entrará em contato com a pele sensível do recém-nascido precisará ser higienizado. Roupas de cama, toalhas, protetores de berço, capas de almofada, capa de trocador, tapetes e até os brinquedinhos como naninhas e bichinhos de pelúcia precisarão passar por uma boa lavagem, garantindo que nenhuma sujeira ou resíduo entre em contato com o bebê. Isso é muito importante!
Apesar de toda poesia, esse momento requer muita atenção. Por volta das 30, 32 semanas é uma boa hora para começar a lavar tudo – assim a mala da maternidade já pode ser preparada e tudo ficará à espera do grande momento: a chegada do bebê!
Os cuidados começam no supermercado, na compra do produto ideal para fazer a lavagem. Características como perfume suave, ph balanceado, hipoalergenicamente testado e cuidados com peles delicadas fazem toda a diferença.  Para te ajudar nesse momento, tenho algumas dicas práticas:

.
– Não saia lavando todas as roupinhas de uma vez. Lave inicialmente os tamanhos RN e de 0 a 3 meses. Isso evita que tenha que lavar novamente os tamanhos maiores, uma vez que vai demorar para usá-los.

.
– Garanta que as peças limpinhas estejam guardadas em local limpo e separada das que ainda não foram lavadas.

.
– Para lavar as roupinhas e outros itens é fundamental separar todas as peças por blocos de cores, prevenindo manchas. Como será a primeira lavagem de muitos desses itens, ainda será difícil de identificar possíveis peças com problemas de “migrar” cor.

.
– O ideal é realizar a lavagem em máquinas, dessa maneira o enxague ideal é garantido e se evita resíduos. As peças terão uma vida útil maior e ficarão sempre impecáveis se lavadas em saquinhos para roupas delicadas, o que evita pelos e bolinhas.

.
-Como nem tudo pode ir na máquina! Peças mais delicadas, que são lavadas a mão, merecem atenção redobrada. Enxágue muito bem em água corrente para que não fique nenhum resíduo de produto nelas.

.
-É sempre legal manter um cesto, bacia ou balde de roupa suja exclusivo para o bebê. Assim você terá a garantia que nenhum resíduo de produto, suor, bactérias e perfumes mais fortes entrem em contato com essas peças delicadas e, posteriormente, com a pele da criança.

.
-Depois de lavar todas as peças de roupas e do enxoval, é hora de passar tudo. Nesse processo, fico atenta às etiquetas das peças.

.
Elaborei essas dicas ao longo das minhas três experiências com os cuidados e preparação do enxoval das crianças. Sempre cuidei da lavagem de roupas aqui de casa e me preocupo muito com os produtos que uso. Amelie acaba de completar 1 ano e o Theo, aos 6, possui uma pele super delicada e nossas escolhas para as roupas deles são fundamentais para evitar problemas.

 

dicas para lavar as roupas do bebê

 

Estamos usando a linha Omo Puro Cuidado, que nos garante lavagem segura, com e perfume suave e alta performance na remoção das manchas. Tanto o sabão em pó quanto o amaciante Comfort Puro Cuidado são delicados e ideias para roupas que entram em contato com a pele sensível dos bebês.
Para saber mais sobre essa linha e sobre como lavar as roupas do seu bebê, acesse: OMO PURO CUIDADO

 

 

publicidade 2

favicon blog petit ninos

 

 

 

 

Amamentação : Minhas experiências e dicas de produtos legais!

 

minha experiencia com amamentação

 

Nada na maternidade é ” só flores” , sem dúvida isso fica bem claro quando chega a hora da amamentação.

Nutrir um bebê com todo aquele chamego e cumplicidade é sim um estado sublime, é coisa de Deus, é maravilhoso mas, até alcançar esse período tem muito chão pela frente, muita insistência e perseverança, muito cansaço e dor. Não é fácil para todo mundo.

Eu tive 3 experiências com a amamentação e a primeira foi a mais fácil, por incrível que pareça. Apesar da minha inexperiência, não tive praticamente dores nos seios, me preparei com as indicações do médico da época para melhorar o bico e tomei sol no seio. Fiz tudo como me ensinaram na época e sem reclamar. Foi muito natural para mim, eu queria muito amamentar e tirando o cansaço e as cólicas do início  ( a sucção do bebê provoca contrações que ajudam o útero a diminuir), foi tudo perfeito.

Quando amamentei o Theo já percebi as diferenças na primeira semana, havia e preparado da mesma maneira e ainda utilizados outros produtos, tudo mais moderno e atualizado e esperando que as próteses mamárias que eu  havia colocado 2 anos antes, não nos “atrapalhassem”.

Acontece que cada bebê é único e Theo tinha muita fome, mamava maior quantidade e por mais tempo, com mais força. No décimo dia meu peito estava super dolorido, todo machucado com fissuras que sangravam. Precisei de uma película de silicone, para proteger o seio e continuar alimentando meu bebê. Quase desisti, por mim e por ele. Depois do primeiro mês as coisas foram se ajeitando, fomos nos entendendo. Apesar do cansaço estava tudo caminhando para o final feliz quando fui surpreendida com uma mastite. Eu não conhecia os sinais e muito menos os motivos, fiz tudo igual com a Babi… recebi o diagnóstico achando tudo muito injusto.

Mastite é uma coisa que não desejo nem prazinimiga! Eita coisa que dói! Tudo começou com uma febre alta e indisposição, muitos calafrios, achei que havia pegado uma forte gripe e no segundo dia percebi a mama direita bem avermelhada e um tanto inchada. Foi aí que procurei ajuda.

Com a Amelie, repeti os mesmos rituais de preparação, anos depois, me equipei com produtos mais modernos, estava de olho na produção para evitar outra mastite. Quando se é mãe de tantas viagens, você tem a sensação de que controla o mundo, né? Dai, chega  um dia e cai na sua testa tudo o que você – no caso eu – falou por aí.

Mesmo com uma bomba elétrica supermoderna e toda minha experiência, lá veio a mastite querendo me atacar! As mastites não tem nada a ver com o fato de eu ter as próteses me afirmou meu médico. Caso alguém se interesse em saber mais sobre os dois episódios que tive, escreva pra mim que prometo contar mais, não quero alongar muito esse post.

O foco desse post é para contar que, independente da sua experiência, conhecimento e tudo mais, a amamentação é uma caixinha de surpresas e informação e preparação, além de resistência e perseverança se fazem necessárias. Para algumas mulheres, será natural e simples e para outras o processo pode ser bem doloroso e cheio de obstáculos. Mesmo a mulher sendo a mesma  – olha meu caso aí – dependendo de cada bebê a situação muda, é uma combinação de fatores.

Amamentar é sim lindo demais e eu incentivo  todo mundo a insistir, não desistir e fazer perdurar pelo maior tempo possível para o bem do bebê, mas sempre afirmo que amamentar é uma entrega bem grande, tem que estar muito bom para a mulher também. Lembre-se sempre de que mãe feliz, bebê feliz!

Não caia na história de que o leite é pouco, o leite é fraco ou nos conselhos para complementar para que o bebê atinja o peso ideal da tabela, aliás, cuidado com tabelas!!! abra o olho, nem sempre o que está determinado de peso lá é o ideal para seu filho, converse sempre com seu pediatra, pesquise, questione!

E para finalizar, listei nesse vídeo alguns produtos legais que testei nessa fase da amamentação da Mel, já vamos completar 1 ano de livre demanda felizes da vida!!

Nada do que está nessa lista é absolutamente indispensável porém, tudo que separei para compartilhar com vocês foi muito útil para mim e eu não abro mão de produtos que facilitem minha vida, então achei legal mostrar para todo.

Se você gostou do vídeo, não esqueça de deixar seu like lá no Youtube, comente se tiver dúvidas ou quiser compartilhar sua experiência!! Sempre muito bom termos espaços para dividir nossas experiências, seja ela boa ou ruim, sempre podemos auxiliar alguém! Ah, e se inscreva no canal! Estamos entrando em uma nova fase por lá e logo logo novidades bem legais chegarão!!

 

beijo,

favicon blog petit ninos

Produtos descartáveis que facilitam a vida de qualquer mãe

produtos descartáveis para criançasImagem : ShutterStock

Mais TEMPO com os filhos, quem não quer ?

A maternidade é sinônimo de correria, já imagino o que me espera quando o número de filhos aumentar. Com certeza a correria triplicará!!

Por isso já estou pesquisando o que há de novo no mercado para facilitar a minha vida e fazer meu tempo render! Qualidade de vida e tempo com eles é minha busca constante, e de que mãe que trabalha e cuida da casa não seria, né?

Nessas buscas encontrei tanta coisa legal e nova que fiquei até surpresa!! Algumas coisas não sabia que existiam, não tive acesso há 5 anos quando Theo nasceu e outras só existiam lá fora e agora podemos encontrar aqui no Brasil.

Fiz uma seleção dos produtos descartáveis mais bacanas do mercado e que podemos encontrar aqui!! Sou contra o uso descontrolado de produtos não reutilizáveis porém, acho que em algumas situações, infelizmente, eles se fazem necessários nessa correria de vida que levamos, além do fato que as vezes acho pior o gasto de água para lavar certos itens, então observar o tipo de produto descartável, fazer uma análise é importantíssimo!

– Saco Esterilizador Medela:

saco descartável

Não ocupa espaço, prático de ser levado para qualquer. O sistema de esterilizar à vapor para microondas é eficiente, mata 99,9% dos germes e das bactérias mais comuns. Fácil, rápido e prático pode-se deixar limpinhos todos os itens para a amamentação e os de uso do bebê, como chupetas e bicos. Cada saquinho pode ser utilizado por até 20 vezes.

-Babador Descartável Baby Bath :

babador descartável baby bath

Os babadores descartáveis Baby Bath são práticos e higiênicos. Com eles seu bebê vai ficar sempre limpinho na hora das refeições seja em casa, durante os passeios, nas viagens ou na casa da vovó. Eles possuem uma camada interna à prova d’agua que protege a roupa de manchas e sujeiras e uma camada externa que proporciona um toque suave com alta capacidade de absorção para manter seu bebê sempre sequinho.

– Lençol absorvente descartável Mili:

dicas para desfralde

É o primeiro lençol descartável produzido no Brasil. Com 85cm x 64cm, o produto é ideal para ser usado em berços, carrinhos e também levado na bolsa para servir como apoio para a troca de fraldas. Ele tem camadas que absorvem rapidamente a umidade e mantendo a criança que está em cima seca – e o local que está embaixo também! A estampa é bem fofa e o produto é dobrável para levar na bolsa.

-Trocador descartável Munchkin:

trocador descartável

 

Sabe aquela saída rapinha de casa, esse acessório serve tanto para essas escapas quanto para as viagens mais longas, onde não se pode lavar as peças que entram em contato com o bebê com facilidade. Os trocadores descartáveis podem ser usados em uma cama, sofá, e assento de carro ou trocadores públicos. Sem cheiro. As camadas ultra-absorventes mantém a umidade longe da pele do bebê. Forro à prova de vazamento mantém o líquido retido. Eu particularmente, não gostava nada de usa o trocador que vem nas bolsas em lugares públicos e depois colocá-los de volta na bolsa do bebê sem antes higienizá-los e isso não é nada prático, dá um trabalhão, ainda mais se estiver sozinha no passeio.

Mais alguma dica de produtos práticos e descartáveis para o dia a dia? Me conte e eu acrescentarei à lista!!

favicon blog petit ninos

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...