Alimentos saudáveis que devem ser evitados no primeiro ano de vida do bebê

frutas que podem causar alergias

imagem: SHUTTERSTOCK

 

Por serem altamente alergênicos, alguns alimentos que fazem muito bem à nossa saúde devem ser evitados no primeiro ano de vida.

Você sabia disso?

Conversando com uma amiga outro dia, ela me contou que o bebê dela teve uma forte reação alérgica depois de ter comido um kiwi, isso quando estava com menos de 1 ano de idade.
Fiquei assustada pois na lista de frutas indicadas pelo meu pediatra não havia o kiwi mas não havia também nenhuma menção sobre não dar e suas possíveis reações.

A Amelie já havia consumido sem problemas, aliás ela acabou consumindo muita coisa que não seria ideal para idade pois sendo a caçula e com os irmão bem mais velhos, é muito difícil de controlar o que fica ao seu alcance e muitas vezes fugiu ao meu controle essa questão.
Achei importante falar sobre esse assunto com a pediatra das crianças pois como eu também não imaginava ( mesmo tendo 3 filhos! ) algumas frutas cítricas podem causar reações alérgicas nos bebês, principalmente antes dos 12 meses de vida que não tem seu sistema imunológico fortalecido.

Conversamos sobre uma lista de frutas que são indicadas a serem evitadas no primeiro ano de vida do bebê mas claro, nem todos os bebês irão apresentar alergia caso consuma algum desses itens, mas como são muitos relatos bom não correr o risco.

Morangos já são contra indicados por conter muito agrotóxico além de ser cítrico e se juntam à lista do que devemos evitar nesse início da introdução alimentar por se tratarem de frutas que são mais propensas a causar alergia: kiwi, amoras, melão e abacaxi.

O Mel não é um vilão mas pode ser perigoso para os bebês , acontece que pode estar contaminado com a bactéria responsável pelo botulismo portanto deve ser evitado. O mesmo vale para qualquer prato com ovos e peixes crus.

E por falar em peixes, o que vem do mar também pode causar alergias, então camarões, mexilhões entre outros frutos do mar devem ser evitados nesse início.

Lembre-se sempre, é fundamental consultar o pediatra, questionar e tirar todas as suas dúvidas e o ideal é ter um acompanhamento também de um nutricionista pois esse profissional poderá indicar os caminhos com mais propriedade.

blogpetitninos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...