O que aprendemos com o casamento REAL

a make de meghan markle

 

Só se falou nisso. As palavras mais ditas pela imprensa mundial essa semana : Royal Wedding !

Não é para menos, um casamento da realeza já é motivo para agitação mundial. É um acontecimento que tem promessa de mudanças sempre e, além de tudo,  movimenta milhões e milhões de “dinheiros”.

É um evento e tanto!

O que temos de mais comovente na união de Harry e Meghan? Quebras de protocolos desde o início. Ele, visto como o príncipe rebelde, se reinventou e passou a ser visto como o grande mocinho engajado de todo Reino Unido. O bom partido da vez e que poderia escolher qualquer noiva da face da terra.

Quem ele escolheu? Meghan, a mocinha que – vamos combinar – mostra que simplicidade na vida é preciso. Além de super engajada, ela contou com alguma sorte nessa vida. Na adolescência escreveu uma carta para Hillary Clinton e vou atendida ( o caso do comercial machista ), a sua família ganhou uma pequena bolada na loteria e além de tudo isso, conquistou o príncipe mais desejado dos últimos tempo e fez com que ele se sentisse ” o sortudo” ! Fala sério?

Fala se não é muita sorte pra um ser humano só em uma mesma encarnação?? kkkkk

Isso é uma piada, ok?

Meghan Markle merece todos os méritos! Ela tem a doçura forte e o carisma que nos faz lembrar de Princesa Diana, tem interesse nas causas sociais, ela é o tipo de pessoa que vai acrescentar e muito para a monarquia inglesa. Aliás, como a nobreza vem mudando! Meghan é divorciada, no passado tivemos histórias de amores frustrados pela coroa : Rei Eduardo III renunciou ao trono para se unir a Wallis Simpson também divorciada. Outro membro da família real que teve seu destino “comandado” pelas regras da coroa foi a irmã da rainha , Princesa Magaret Rose. Assistam The Crown, please!

Voltando aos tempos atuais, ela conseguiu inserir tantas “novidades” nesse casamento Real, que sinceramente : Palmas para Meghan, duquesa de Sussex!

Um casamento “minimalista” para os padrões da realeza, poucos convidados, sem ostentação – na medida do possível – com um coral MARA composto por negros, um jovem talento no violoncelo negro, com a pregação – mais linda da vida – feita por um bispo negro. Michael Bruce Curry falou sobre escravidão no berço de quem mais fomentou esse horror e também falou de amor, com paixão, gesticulando suas ideias na caraaaa da nobrezada toda.

A mãe de Meghan, linda, negra, com dreadlocks e piercing no nariz. Não foi à toa que em muitos momentos os convidados reais ficaram de queixo caído REAL!

Essa cerimônia pra mim é um resumo dos novos tempos, a gente tem que simplificar, encarar de frente e seguir na contramão caso precise. Estamos vendo novas tradições sendo plantadas.

Aprendemos ainda mais com as escolhas de Meghan para o figurino do dia! Eu nunca apostaria que a escolha seria da casa Givenchy, mas foi com um elegantérrimo e super simples vestido branco que ela entrou na abadia na manhã de sábado. Ah, não se engane, os vestidos mais simples são sempre os mais difíceis de serem modelados e confeccionados, é muito fácil esconder imperfeições em camadas e camadas de bordados!

a make de meghan markle

E como Meghan não tem o que esconder ela assumiu seu estilo de vida mais simples, com pele “nada” levando ao altar todas as suas sardas e machinhas, o seu cabelo ” ligeiramente bagunçadinho” mostrando que em qualquer situação a gente pode ser sim a gente mesmo.

Ouvi muitas críticas ao modelo e beleza escolhidos para o casamento mas eu só vejo liberdade nas escolhas de Meghan : casou com quem quis e como quis.

Mulheres deveriam apoiar mais ao invés de criticar, entendem? Escolhas pessoas e libertadoras a gente só deveria aplaudir. Você escolheria diferente? Ótimo, sua escolha. Não é sobre estilo ou do que cada um acha legal é sobre o padrão do ” Precisava ser assim” que a gente deveria fugir. Não dá pra aceitar.

Eu, por exemplo, venho em um processo de meses me dedicando a cuidar mais da minha pele para precisar usar menos maquiagem, me sentir melhor comigo mesma como sou. Quero muito esse padrão para as minhas meninas, quero muito “menos é mais” para que se sintam sempre confortáveis com elas mesmas, sem essa ditadura de beleza cruel que já vivemos, não precisamos disso.

Temos que ter cuidado e observar muita coisa antes de sair distribuindo opiniões por aí publicamente, me entendem??

Ah, mas também teve humor na cerimônia descontraída e por isso vou deixar aqui a minha comparação entre maternidade e a evolução dos vestidos de Royal Wedding:

 

casamento REAL

é ou não é assim??

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *