Móbile para o Bebê – Como escolher? { Produtos para Bebês}

Tive uma fase de muuuita inspiração (e tempo de sobra) durante a gravidez do Theo. Eu mesma fiz as lembrancinhas, o enfeite da porta da maternidade e todos os mimos e frufrus do quarto dele…e da Babi. Me empolguei tanto que cheguei a me sentir capaz de fazer os protetores do berço (olha,ficaram legais, viu?!!) e o móbile.

Nunca gostei desses móbiles gigantes cheios de cores e com músicas…mas era implicância pessoal, achava bonito para o berço dos outros,sabem como é?

Fui pesquisar e fora o fato de o móbile ter o o selo do Inmetro e tals, não há um consenso sobre quais outros critérios devemos utilizar para a escolha do melhor equipamento,pois não há um trabalho científico que prove o impacto dos estímulos provocados por esse objeto. 

Para mim os itens importantes para a escolha eram: segurança,peso e beleza. Totalmente elaborados por mim, aqui em casa na época da compra do enxoval todo mundo se rendeu de amores por modelos gigantes com muitas cores e bichos.

Queria que tivesse o selo que garantisse um bom produto, que fosse leve caso algo desse errado e que combinasse com o quarto dele. A eficácia do estimulo ou não….putz…nem considerei na ocasião.

Lendo sobre isso, encontrei o depoimento do neurologista especializado em desenvolvimento infantil, Dr. Antônio Carlos Farias:
“Mesmo que o bebê ainda não tenha os sentidos aguçados, o móbile já pode auxiliar na criação dessas percepções.O momento ideal para instalar os móbiles é a partir do primeiro mês, quando os bebês já têm um campo de visão maior. Normalmente, eles são coloridos, reproduzem sons e se movimentam, o que estimula o bebê a interagir com o brinquedo. Mesmo sem um trabalho científico que comprove esse impacto, o movimento e as cores estimulam, sim, o processo de aprendizagem do bebê”, diz o médico.

Achei interessante, apesar de ainda preferir os modelos com cores mais claras e menos estimulantes, acho que berço deve ser associado ao sossego e a calma. Em partes acho que isso deve-se ao fato de ter filhos zumbis…ninguém aqui dorme 
direito desde que nasceram.
Esse foi o modelo que fiz para o Theo. Comprei um modelo pronto, desmontei e fiz em feltro corujas,macacos e um gatinho, nas cores do enxoval dele.

Viajando pelo Etsy encontrei esses modelos da Lovefelt Creations, certamente usaria todos!!

Mas e vocês, o que acham?

Vale investir em móbiles grandes, coloridos com música e luzes?? Ou é melhor investir em modelos leves e que de cores mais calmas?? Estímulo demais no local onde se dorme é bacana ou não??
XoXo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 ideias sobre “Móbile para o Bebê – Como escolher? { Produtos para Bebês}

  1. Ahhhh eu concordo com você, acho muito mais fofo e tranquilo ter um móbile silencioso, afinal de contas quem vai deixar um bebêno berço para o móbile fazer o trabalho de estímulo por nós? Meio cruel, não? Berço é para o pequeno descansar, tem gente e coisas demais para estimulá-lo quando estiver acordado. E o móbile que você fez ficou lindoO, adoro mães que confeccionam as coisas.. Beijos!!

  2. Olá Marina, passo sempre aqui e te encontrei através do inventando com a mamãe…a estória de móbiles é bem complexa e para quem teve uma prematura extrema como eu que ficou muito, muito tempo na UtiNeo eles têm outras funções, muito importantes para qualquer criança e que em crianças especiais se tornam essenciais…achei os móbiles lindos, principalmente o feito por você, mas os sons, luzes e estímulos são mesmo importantes no desenvolvimento da percepção com reflexos em respostas motoras nos bebês. A Helena, minha filha, usou um destes “super” móbiles na Uti e depois em casa e por causa dele tem um desenvolvimento normal no quesito movimentos e habilidades dos membros superiores…então acho que devemos dosar, mas os móbiles antes de decorativos são úteis, muito úteis para os bebês…bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *