Amamentação : Minhas experiências e dicas de produtos legais!

 

minha experiencia com amamentação

 

Nada na maternidade é ” só flores” , sem dúvida isso fica bem claro quando chega a hora da amamentação.

Nutrir um bebê com todo aquele chamego e cumplicidade é sim um estado sublime, é coisa de Deus, é maravilhoso mas, até alcançar esse período tem muito chão pela frente, muita insistência e perseverança, muito cansaço e dor. Não é fácil para todo mundo.

Eu tive 3 experiências com a amamentação e a primeira foi a mais fácil, por incrível que pareça. Apesar da minha inexperiência, não tive praticamente dores nos seios, me preparei com as indicações do médico da época para melhorar o bico e tomei sol no seio. Fiz tudo como me ensinaram na época e sem reclamar. Foi muito natural para mim, eu queria muito amamentar e tirando o cansaço e as cólicas do início  ( a sucção do bebê provoca contrações que ajudam o útero a diminuir), foi tudo perfeito.

Quando amamentei o Theo já percebi as diferenças na primeira semana, havia e preparado da mesma maneira e ainda utilizados outros produtos, tudo mais moderno e atualizado e esperando que as próteses mamárias que eu  havia colocado 2 anos antes, não nos “atrapalhassem”.

Acontece que cada bebê é único e Theo tinha muita fome, mamava maior quantidade e por mais tempo, com mais força. No décimo dia meu peito estava super dolorido, todo machucado com fissuras que sangravam. Precisei de uma película de silicone, para proteger o seio e continuar alimentando meu bebê. Quase desisti, por mim e por ele. Depois do primeiro mês as coisas foram se ajeitando, fomos nos entendendo. Apesar do cansaço estava tudo caminhando para o final feliz quando fui surpreendida com uma mastite. Eu não conhecia os sinais e muito menos os motivos, fiz tudo igual com a Babi… recebi o diagnóstico achando tudo muito injusto.

Mastite é uma coisa que não desejo nem prazinimiga! Eita coisa que dói! Tudo começou com uma febre alta e indisposição, muitos calafrios, achei que havia pegado uma forte gripe e no segundo dia percebi a mama direita bem avermelhada e um tanto inchada. Foi aí que procurei ajuda.

Com a Amelie, repeti os mesmos rituais de preparação, anos depois, me equipei com produtos mais modernos, estava de olho na produção para evitar outra mastite. Quando se é mãe de tantas viagens, você tem a sensação de que controla o mundo, né? Dai, chega  um dia e cai na sua testa tudo o que você – no caso eu – falou por aí.

Mesmo com uma bomba elétrica supermoderna e toda minha experiência, lá veio a mastite querendo me atacar! As mastites não tem nada a ver com o fato de eu ter as próteses me afirmou meu médico. Caso alguém se interesse em saber mais sobre os dois episódios que tive, escreva pra mim que prometo contar mais, não quero alongar muito esse post.

O foco desse post é para contar que, independente da sua experiência, conhecimento e tudo mais, a amamentação é uma caixinha de surpresas e informação e preparação, além de resistência e perseverança se fazem necessárias. Para algumas mulheres, será natural e simples e para outras o processo pode ser bem doloroso e cheio de obstáculos. Mesmo a mulher sendo a mesma  – olha meu caso aí – dependendo de cada bebê a situação muda, é uma combinação de fatores.

Amamentar é sim lindo demais e eu incentivo  todo mundo a insistir, não desistir e fazer perdurar pelo maior tempo possível para o bem do bebê, mas sempre afirmo que amamentar é uma entrega bem grande, tem que estar muito bom para a mulher também. Lembre-se sempre de que mãe feliz, bebê feliz!

Não caia na história de que o leite é pouco, o leite é fraco ou nos conselhos para complementar para que o bebê atinja o peso ideal da tabela, aliás, cuidado com tabelas!!! abra o olho, nem sempre o que está determinado de peso lá é o ideal para seu filho, converse sempre com seu pediatra, pesquise, questione!

E para finalizar, listei nesse vídeo alguns produtos legais que testei nessa fase da amamentação da Mel, já vamos completar 1 ano de livre demanda felizes da vida!!

Nada do que está nessa lista é absolutamente indispensável porém, tudo que separei para compartilhar com vocês foi muito útil para mim e eu não abro mão de produtos que facilitem minha vida, então achei legal mostrar para todo.

Se você gostou do vídeo, não esqueça de deixar seu like lá no Youtube, comente se tiver dúvidas ou quiser compartilhar sua experiência!! Sempre muito bom termos espaços para dividir nossas experiências, seja ela boa ou ruim, sempre podemos auxiliar alguém! Ah, e se inscreva no canal! Estamos entrando em uma nova fase por lá e logo logo novidades bem legais chegarão!!

 

beijo,

favicon blog petit ninos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 ideias sobre “Amamentação : Minhas experiências e dicas de produtos legais!

  1. Que post bacana! Por aqui estamos com 7 meses de amamentaçao mto felizes, mas o começo foi tenso. Alem da quase mastite, tive candidiasr, e suava lagrimas de sangue pra amamentar minha filha. Seloco. Mas td passa, vale a pena perseverar. Sabe o que eu queria saber de vc? Qual sua opiniao sobre mamadeiras e chupetas e a tal confusao de bicos? Bjs!! Adoro o blog!

    • Oi Carol!! Obrigada! O começo é suado mesmo! Sobre a confusão de bicos, sei que existem sim casos em que ela é real mas eu não vivi isso. A Babi e o Theo chuparam chupeta, sempre tomaram água e suco na mamadeira e mamaram até quando quiseram, sem dramas. Amelie não quis a chupeta e nem pegou meu leite na mamadeira, mas olha…eu tentei. Não tenho medo dessa confusão pela minha experiência com os irmão dela, então, eu ofereço meu leite na mamadeira mesmo que ela não aceite, vai que, né??? kkkkk Super beijooo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *